Blog Multlinks

SEO On Page
O caminho para a primeira página do Google

seo-on-page-seo

Entenda o que é Otimização On Page, suas vantagens e o que ela pode trazer para o seu site no mercado PME atual.

O processo de otimização de cada página do seu site é o que se conhece por SEO On Page (ou Otimização On Page). Trata-se de uma série de técnicas aplicadas pelo analista em SEO para que o seu conteúdo seja considerado relevante para os algoritmos dos motores de busca de sites especializados, como é o caso do Google.

Dezenas de fatores precisam ser analisadas para obter relevância de cada página. Abaixo, vou listar alguns que enxergamos como os mais importantes dentro de um universo específico, os PME’s (Pequenos e Médios Empresários).

1 – Titulo das páginas

Importante tópico, como o próprio nome já diz, vamos intitular com qualidade e estratégia a página com o conteúdo que ela exibe.

Atualmente, encontramos os mesmos títulos em todas as páginas do site, o que está muito errado.

Uma das estratégias mais utilizadas é deixar a palavra-chave principal logo no início do título, com isso já deixamos claro (para o Google e para o usuário) o conteúdo que será exibido.

Títulos no Google possuem no máximo 63 caracteres, e temos que usar essa pequena quantidade para otimizar da melhor maneira.

2 – Meta Description

Esse conteúdo é o que vem abaixo do link em uma busca no Google.
Quando muito bem criada, ela funciona para atrair o usuário a clicar e entrar em seu site.

A meta description não possui fator decisivo de ranqueamento, nem mesmo possui peso para o SEO, mas ela pode aumentar a quantidade de acessos e cliques para o seu site, após uma visualização realizada via buscadores.

3 – URL Amigável

A URL Amigável é um elemento importante que o Google leva em consideração. Não só pensando em SEO, mas também em organização, e como seu site está pensado para o usuário.
Vou dar um exemplo muito simples do que é uma URL boa e uma URL ruim para SEO:

URL ruim: www.seusite.com.br/?=04646

URL boa: www.seusite.com.br/produto-que-vende (nome do produto ou serviço separado por traços)

Parece simples, mas uma URL com esses parâmetros pode significar a sonhada posição bem acima do seu concorrente.

4 - Links Internos

Não somente em blogs, mas em todo site é importante a utilização de links.
Reflita comigo:
Quando você navega em um site e, em um determinado momento, o conteúdo aborda de maneira bem rasa um tema que você se interessa pela temática. Nesse momento, não seria interessante se já existisse um link para um conteúdo mais trabalhado e detalhado sobre o assunto? SIM!
Esse é o pensamento: Deixar a navegação mais fácil, mais atrativa, relacionar conteúdos, fazer com que o usuário se prenda mais ao seu site.

Outro ponto muito utilizado é a distribuição de menus no layout, topo, categorias laterais, todos os links no rodapé etc.
Tudo varia de acordo com a dimensão e organização do projeto. Mas podemos pensar assim: quanto mais links, melhor.

5 – Imagens para SEO

É importante pensar que quanto mais multimídia for o conteúdo do seu site, melhor para o Google. As imagens estão nesse importante aspecto, que não possuem a função de ilustrar um tema, e sim de informar.

Quando se trata em inserir imagens com o conteúdo, temos sempre que pensar que o Google não enxerga imagens, somente a leitura de textos. Nesse contexto, a nomeação da imagem entra em três aspectos: nomeação do arquivo, o ALT da imagem (ao passar o mouse em cima) e a relação da imagem com o conteúdo (para pensar um pouco no usuário também).

Vamos exemplificar com um produto específico.

Produto: Vinho Tinto

Nomeação errada da imagem: produto-1530.jpg

Nomeação correta da imagem: vinho-tinto-real-portugues-2015.jpg

Qual deles mostra melhor ao Google o produto que está sendo exibido?
Fica claro, né?!

6 – Headings (H’s)

Nada mais é do que a separação por tópicos e por ordem de importância. Quanto mais importância tem o conteúdo a ser abordado, mais acima ele ficará. É uma semântica simples, porém reflete organização para o Google.

Exemplo:
H1 – Principal Título da página (de preferência com alguma palavra-chave).
H2 – Subtítulo ou conteúdo secundário.
H3 – Terceira importância do conteúdo.

E assim sucessivamente.

7 - Textos/conteúdo

De uns anos para cá, o Google cada vez mais prioriza a qualidade de um site para posicioná-lo na SERP (Search Engine Results Page), traduzida para o português como Página de Resultados de uma busca.

O que se enxerga como qualidade é o conteúdo exibido no site, a qualidade que ele possui e a sua quantidade. O Google percebe que quanto mais autoridade você tem sobre um determinado assunto, melhor posicionado você vai ficar. SEO de qualidade está totalmente ligado a um conteúdo de qualidade.

Quando se possui um tema muito competitivo, o ideal é ter um conteúdo com mais de 2.000 palavras. Além disso, ter sempre esse conteúdo em manutenção e em expansão é muito importante para o site.

O que é ter um conteúdo de qualidade para SEO?

- Ter um conteúdo único;
- Não copiar nada do seu concorrente;
- Não ficar repetindo a palavra-chave;
- Utilizar conteúdo multimídia como vídeos, infográficos, slides interativos;
- Mostrar autoridade no tema abordado.

8 - Mobile e Usabilidade

Atualmente, não temos como negar: ter um site responsivo se tornou necessário para uma empresa de qualquer tamanho. O Google já adota penalizações para sites que não são adaptados para celulares e tablets. Ou seja, para um SEO On Page de qualidade é 100% necessário ter um site responsivo.

Junto com o universo mobile está a usabilidade do site, que trata única e exclusivamente de dar função website.

SEO On Page | Mobile

SEO On Page | Mobile

Uma boa usabilidade é aquela que não permite que o usuário pense muito, pois torna tudo mais rápido e intuitivo. O ideal para qualquer projeto é não fazer com que o usuário percorra grandes caminhos para chegar ao seu objetivo final.

É muito importante considerar também a velocidade do site, que é fator de ranqueamento para o Google. Lembre-se que, para um usuário, mais do que 4s para abrir a informação já torna o site lento e 75% das pessoas abandonariam a navegação.

O próprio Google possui uma ferramenta onde você pode verificar a velocidade do seu site:

Page Speed - Google

9 - Otimização On Page no Mercado PME

Essa é a conclusão do artigo de hoje, Otimização para o PME. Claro que essas estratégias são aplicadas em qualquer segmento (lojas virtuais, grandes portais, sites de grandes empresas), porém todos esses pontos que abordamos acima refletem uma realidade na internet brasileira, um bom SEO On Page pode ser considerado 90% do sucesso de um projeto no mundo PME.

Se você não concorre com grandes empresas, grandes portais, se o seu negócio está em um universo diferente, você tem grandes chances de ter o seu site nas primeiras posições apenas com um SEO On page eficiente. A agência Multlinks pode provar isso! Entre em contato conosco.

Ainda ficou com dúvidas sobre SEO? Temos esse artigo que pode te ajudar CLIQUE AQUI.