11 94938-7203

Logo – Aprenda a criar o seu!

Por multlinks.com.br

Logo é a expressão de identidade que irá representar sua empresa em todo o mundo. Ele é o RG da sua empresa e vai ser reconhecido como tal.

É a primeira coisa que as pessoas vêem sobre seu negócio, e em alguns casos é a primeira coisa que as pessoas vêem até mesmo antes de conhecerem seus produtos.

Um logo pode ser baseado em texto, imagem, ou ser uma combinação de ambos. Independente da forma escolhida, para que ele transmita o conceito da sua empresa de forma clara ele deve ser idealizado com muito cuidado.

Amazon Logo

 

O logo da Amazon é um ótimo exemplo, com formas simples e conceito forte, desenvolvido através dos anos de existência da empresa (veja aqui a história dos logos da Amazon).

  • AMAZON – Poucas pessoas entendem o que a flecha amarela significa, mas nenhum elemento é utilizado por um bom designer sem que este elemento possua uma função importante para o conceito deste logo. A seta aponta de “A” a “Z”. Secundariamente, a seta representa um sorriso, que irá aparecer no rosto do consumidor após comprar na Amazon.

Algumas pessoas argumentam que alguns empreendedores como Paulo Coelho e J.K.Rowling não possuem um logo para seu trabalho, portanto eles também não precisam de um. Eles dizem “Se eles podem ser bem sucedidos sem um logo, porque nós não podemos?”. Bom, Paulo Coelho é um nome estabelecido. Ele não precisa de um logo para sua publicidade. Seu nome é o suficiente para atrair consumidores. E não importa quão famoso ele seja, ele é menos famoso que Mark Zuckenberg e Bill Gates. Ambos possuem logos criados para suas empresas.

Além disso, pessoas como a J.K.Rowling podem não possuir um logo para si próprios, mas seu trabalho contém um logo. Veja a imagem abaixo como exemplo:

Harry Potter Logo

 

Todos os filmes do Harry Potter escrevem o nome do protagonista do jeito acima. Tanto em pôsteres como em propagandas do filme – a forma acima permanece a mesma. Isto é o que chamamos de branding. 

Então, como deve ser a aparência de um logo? Você deveria desenhar este logo, ou procurar um designer? Este artigo tenta responder estas perguntas.

Você precisa de um designer?

Esta pergunta não pode ser respondida com apenas um sim ou não. Ela depende inteiramente do que sua empresa precisa. Os logos variam entre muito simples e muito complexos.

 

  • FACEBOOK – O logo do facebook é um ótimo exemplo de um logo muito simples. Você pode desenhá-lo até mesmo no Microsoft Word em dois minutos. Você não precisa de um designer para isso. A diferença está no conceito criado por traz da simplicidade, que a propósito, foi criada pelo renomado designer Joe Kral.

 

Se o seu interesse é em um logo simples, então é possível que consiga sozinho chegar a uma solução agradável para sua empresa. Não seria o ideal, pois um designer estudou conceitos, fórmulas e tendências que fazem completa diferença na estrutura de um logo. Porém para empresas que estão começando, um logo simples criado por seus próprios empresários pode ser a solução mais eficaz e econômica. 


Por outro lado, se seu objetivo é algo parecido com o logo acima e você não é um designer profissional, então você definitivamente precisa de um designer.

Se você possui alguma habilidade com criatividade e desenho e você não precisa de um logo muito complexo, então você pode tentar fazer sozinho. Um programa de software como o Photoshop é indispensável. Se você não sabe usar o Photoshop, não se preocupe. Existem centenas de tutoriais disponíveis na internet, tanto no site do Photoshop oficial como em diversos outros sites como o Youtube. Apenas pesquise no Google algo como “Tutorial Photoshop logo” e similares. Você vai encontrar diversos resultados.

Se o Photoshop ou programas similares não funcionarem para você, existem ainda outros sites que você pode considerar visitar, como o Online Logo Maker ou o Logo Maker. Estes sites oferecem ferramentas gratuitas para a criação de logos com aparência profissional. Nenhuma habilidade em design é necessária.

Mas se você não gostar das sugestões acima e decidir procurar um designer, então mantenha estes conceitos em mente:

1.Portfólio
Confira sempre o portfólio do designer. Normalmente agências e designers independentes possuem um portfólio em seu website. Lá você vai encontrar os trabalhos anteriores realizados pela empresa. Veja se você gosta deles.

2.Orçamento
Defina seu orçamento e procure uma agência que possa trabalhar em cima dele. Mas lembre-se que preço baixo geralmente implica em um serviço menos completo e em um pós venda precário.

3.Referências
Procure confirmar as referências e indicações de outras empresas oferecidas pela agência ou pelo designer independente.

4.Tenha um plano

Independente se a criação do logo da sua empresa for ser desenvolvida por você ou por uma agência, você precisa de pelo menos uma ideia básica do logo em sua mente. Designers geralmente vão pedir que você preencha um formulário que irá conter perguntas que ajudem a criar o logo segundo suas expectativas. Embora um designer possa, é claro, criar um logo para sua empresa sem qualquer sugestão, é sempre melhor ter instruções específicas.

Se você deixar que ele trabalhe do jeito que achar melhor, o produto final pode ser muito diferente da estratégia seguida pela empresa. Buscar referências e ter uma base forte do tipo de logo que sua empresa precisa pode fazer toda a diferença.

Você pode procurar inspirações de logo em sites como o logopond, ou em sites de artes gerais como o deviantart.


5. 
Pense no tema
O logo da sua empresa deve ser consistente com o seu setor de atuação. O conceito desenvolvido para o logo de uma fábrica de softwares é muito diferente do utilizado para um petshop e ambos são completamente diferentes do conceito de um restaurante, por exemplo.

Cada setor possui suas próprias cores e formas padrões. Sair deste padrão é sempre uma opção para a empresa, mas ela deve ser sempre seguida de um investimento forte na marca, pois a quebra com o esperado pode causar recusa da marca entre os consumidores.

6.Pixel x Vetor

O logo da sua empresa vai precisar ser aplicado em diversos veículos de informação diferentes, desde pequenos cartões de visita a possíveis campanhas em outdoors. Para isso, ele precisa ser desenvolvido em vetor, para que ele possa ser aumentado diversas vezes sem perder sua qualidade.

7.Originalidade
Hoje em dia a internet dispõe de diversos templates de logos que transmitem idéias gerais de diversos temas e podem ser utilizados por qualquer empresa. Porém, o uso de templates ou mesmo de cópias de logos de outras empresas podem prejudicar o nome da sua empresa, sendo associada com falta de originalidade e consequentemente sendo categorizada como “apenas mais uma empresa”.
Para que seu negócio realmente alcance um nome forte dentro do mercado, o design do seu logo, da sua marca, não pode ser genérico. Ele deve ser único, assim como sua empresa.

8.Rascunho no Papel
Os meios tecnológicos estão a nossa volta para facilitar nosso dia a dia, mas não devem ser vistos como as únicas ferramentas a nossa disposição. Muitos esquecem o papel e a caneta, que podem abrir diversos caminhos na hora de desenvolver seu logo, criando uma atmosfera bem diferente da digital.

Participe da nova promoção da Multlinks e envie a história do logo da sua empresa para contato@multlinks.com.br. Como ele foi criado? Como chegaram a arte final que é usada hoje em dia? O que você teria feito de diferente? Onde acha que acertaram?
A melhor história será postada aqui no blog, e o autor vai ganhar um super kit da Multlinks, com caneca de cerâmica e agenda de 2012.

Deixem suas opniões!

Compartilhar

Blog

Artigos, tutoriais e informativos sobre criação de sites, otimização de sites, links patrocinados e mídias digitais