Atualização de algoritmo do Google — Junho 2019

google-analytics

O Google anunciou uma atualização de algoritmo, neste caso, o núcleo do buscador — no último domingo (2).

A atualização foi nomeada como “June 2019 Core Update” e está em processamento desde o início desta semana.

O que são e para que servem os algoritmos do Google?

O Google possui um robô chamado Googlebot. Ele é o responsável pela descoberta e coleta das páginas da web. A partir desta coleta, mais de 200 fatores de rankeamento calculam e determinam as posições com diversos algoritmos.

Cada um desses algoritmos é responsável por uma verificação própria, seja de conteúdo, usabilidade, segurança ou spam.

Com que frequência os algoritmos são atualizados?

As atualizações são realizadas frequentemente. Algumas são pequenas e focam apenas em trazer resultados mais relevantes, outras já mudam totalmente os requisitos dos sites para rankearem.

Algumas atualizações ficaram famosas, e mudaram completamente a forma como encontramos os sites. As principais são:

  • Florida (2003): Focada na melhoria de conteúdo, essa atualização removeu cerca de 50% dos sites que estavam indexados. Muitos deles, utilizavam práticas não recomendadas como keyword stuffing.
  • Panda (2011): Responsável pela análise mais criteriosa de conteúdo. A partir dela mais sites realmente começaram a trazer conteúdo relevante.
  • Penguin (2012): Outra mudança focada em conteúdo. O diferencial foi a penalização por spam e uso de técnicas black hat.
  • Hummingbird (2013): Atualização que ampliou a visão do Google ao introduzir a leitura sinônimos e contexto.
  • HTTPS/SSL Update (2014): Essa mudança foi quase uma obrigação para tornar os sites mais seguros. O buscador começou a verificar sites com certificado SSL e adicionou isso como um fator de rankeamento.
  • Mobile Friendly Update: Atualização que iniciou o processo de priorização de páginas responsivas e desenvolvidas para dispositivos móveis.

Resultados da atualização de algoritmo de Junho

Ainda é cedo para falar de impacto em tráfego e posicionamento gerado pela atualização, mas, o Search Engine Land disponibilizou um artigo com o que alguns analistas de SEO têm visto em diversos sites americanos.

O blog da ferramenta Sistrix publicou um post com os resultados de visibilidade da própria ferramenta:

sistrix

Mordy Oberstein, do RankRanger, informou que os segmentos mais afetados foram apostas, finanças e saúde.

Impacto da atualização no Brasil

Nós checamos alguns sites dos segmentos especulados, e a situação é semelhante a levantada por eles. Sites de saúde sofreram uma queda que pode variar entre 8 a 16%.

Visibilidade do Site 1 Após Atualização

Visibilidade do Site 2 Após Atualização

Lembrando que, esta não é a primeira vez que o Google lança alguma atualização focada em Saúde. O buscador já havia realizado uma atualização em Agosto de 2018, apelidada de “Medic Core Update”.

Além disso, cada dia temos notado mais ferramentas e snippets para o segmento.
Ao pesquisarmos por “Dor no pescoço”, temos a posição 0 e a lateral direita com sintomas, tratamentos e dicas.

dor-no-pescoco

O que fazer?

Como ainda não há nada muito concreto sobre a atualização, o recomendável agora é monitorar o posicionamento do site com ferramentas como o Datamult.

Após a detecção de perda de posições, o analista de SEO responsável informará quais palavras precisam recuperar e qual será a estratégia para tal feito.

Se você ainda não é um cliente Multlinks, entre em contato conosco e tenha acesso às nossas ferramentas e acompanhamentos de especialistas em resultado!

Compartilhar

Blog

Compartilhamos nossos conhecimentos sobre Marketing Digital, Otimização de sites, Links Patrocinados, para que você possa entender como nossas soluções afetam positivamente os seus resultados. Confira!

Orçamento Rápido

telefone